Foi anunciada em seis de junho, com pré-vendas para dia sete, a nova Cyber-shot DSC-RX100 VI, a nova câmera digital da Sony, no site da B&H Video dos Estados Unidos.

Muito utilizada por Youtubers e Vloggers, a DSC-RX100 VI é uma câmera bastante compacta e que oferece uma definição de 20.1 MP, que além de fotografar imagens com maior definição, permite gravações a 24 fps e vídeos com definição de UHD 4K — isso e o recurso de slow motion, feito à 960 fps.

Um dos maiores destaques da câmera é seu zoom que consegue captar imagens mais nítidas sem prejuízo da imagem — para quem procura uma câmera para acompanhar aquela viagem, essa até pode ser uma boa pedida. A nova lente integrada é uma 24-200mm, diferente da 24-70 da última versão RX100 V.

Sua tela sensível ao toque e que permite a gravação no formato selfie é o segredo que faz o sucesso do equipamento com a nova geração produtora de conteúdo e que ainda não pode investir grandes quantias em uma DSLR ou outra.

Apesar de apresentar novos recursos e ter a atratividade de ser um lançamento, dentro de uma relação de custo-benefício a DSC-RX100 VI acaba perdendo pontos para outros produtos dentro da mesma fabricante, que tem os modelos Alpha A6300 e Alpha A6500, que apresentam recursos muito próximos àqueles oferecidos pela DSC-RX100 VI, mas custam menos — US$798 para A6300, US$1098 para A6500, diante dos US$1198 da DSC-RX100 VI.

Já que no mercado de câmeras digitais, preço e recursos são um dos principais itens de avalição, no caso da DSC-RX100 VI o fator preço acaba dando à câmera uma pequena desvantagem — principalmente para o bolso do brasileiro, no qual cada dólar parece pesar e muito.

Novo Grip para série de câmeras RX100 e RX0

Outro lançamento é o grip VCT-SGR1, um mini tripé que conecta nas câmeras dessas série e permite alguns controles como: REC, Start, Stop e controle de zoom. A conexão é feita através da porta Micro USB. Além disso o mini tripé facilita na hora de segurar a câmera e para gravar em ângulos alternativos com diferentes perspectivas.

Escrito por: João Leite

Compartilhe:

Comentários