O próximo device do Facebook promete movimento completo e tudo sem fio

O nível dos headsets de Realidade Virtual Independente, o famoso Standalone VR, acaba de subir. Mark Zukerberg anunciou no evento OculosConnect que o Oculus Quest, a nova geração de headsets estará disponível a partir da metade de 2019, pelo preço de USD 399 (aproximadamente R$1600). O gadget, antes chamado de Projeto Santa Cruz, é pensado para oferecer rastreamento completo do local, além de oferecer opções de controle de movimento que só eram possíveis antes com um computador

O Oculus Quest é independente em termos de hardware – nem o PC ou o celular precisam entrar na jogada pra fazer ele funcionar — como o Oculus Go, o headset de USD 199 que foi lançado há pouco tempo, esse ano. Mas, diferente da versão Go, o Oculus Quest vem para cobrir a diferença que há entre os headsets de VR para celular e PC, trazendo uma experiência muito melhor e controles muito mais avançados.
Zuckerberg também afirmou que muitos jogos voltados para o VR, bem como apps, serão levados para o Quest, fazendo o novo lançamento se aproximar do que é oferecido pelo Oculus Rift, que é uma versão voltada para PC. O preço de USD 399 inclui 64GB de memória interna do dispositivo.

A revolução apresentada pelo novo lançamento é a mesma do Oculus Go: uma resolução de 1600×1440 pixels em cada olho — a própria resolução do Go já é fantástica para vídeos e navegação na internet, às vezes, superando a versão Rift. Ele tem o mesmo sistema de distribuição espacial de som, no qual pequenos tubos guiam o som através da headband que prende o aparelho. Agora, o quão poderoso graficamente é o novo Oculus Quest ainda permanecerá no segredo. Ele vai se parecer mais com a definição de um VR para PC ou para celular?

Curioso? Aperta o play e liga as legendas!

Controles melhorados

O Oculus Quest tem dois controles de movimentos sensíveis ao toque, e que podem ser rastreados no espaço, dando aos jogadores seis graus de liberdade, além de ter controles analógicos para controle, botões e gatilhos. Esse é um grande avanço em relação ao Oculus Go, que tem somente controle para uma das mãos e três graus de liberdade de controle de movimento.

Eles não são exatamente iguais aos controles do Oculus Touch que estão disponíveis para o Oculus Rift, mas eles estão muito perto. “Experiência completa à mão” é o que tem sido prometido para o Oculus Quest, muito mais do que o Rift já oferece.
O headset independente do Google, o Lenovo Mirage Solo, tem adicionado os controles de “seis-graus-de-liberdade” experimentalmente, mas até agora só tem vendido aparelhos com os tais três graus.

Rastreamento local

O Oculus Quest usa quatro sensores de câmera de ângulo wide, combinando as informações do acelerômetro e o giroscópio pra rastrear as posições espaciais do usuário do device. A nova tecnologia de rastreamento tem o nome de Oculus Insight e promete trabalhar com espaços muito maiores do que salas e quartos — a limitação mais presente hoje em dia.

De acordo com Hugo Barra do Facebook, o sistema de rastreamento foi testado dentro de ambientes fechados, em várias superfícies, e pode trabalhar com áreas de aproximadamente 370 metros quadrados — ou mais. Ele vai funcionar por meio da “memória” de configurações de diferentes locais feitos com o Guardian, o sensor de que estabelece áreas de segurança para o usuário. Esse potencial pode realmente dar destaque ao Quest em relação aos headsets com fio, principalmente em relação à aplicação em localização em tempo real e jogos que usem “uma arena” como plataforma.

Games e apps são promissores no novo Oculus Quest

50 jogos estarão disponíveis quando o Oculus Quest chegar ao mercado, de acordo com a própria Oculus. Não é muito, mas alguns jogos já foram anunciados como: Robo Recall, The Climb e Moss, que são jogos realmente bons para consoles VR de PC e console. Há também um jogo de Star Wars, o Vader Immortal, o primeiro episódio de alguns que virão no outono de 2019 (primavera no hemisfério norte).

Nosso parceiro Fábio Hofnik do evento Hyper Festival Brazil, esteve presente na conferência de lançamento Oculus Connect, que aconteceu em San José, na California.

E você gosta de tecnologia? Se amarra em eletrônicos também?
Cada dia mais os Gadgets estão nos surpreendendo e nos mostrando que a tecnologia veio para ficar.

Fonte: CNET.COM 

Por Scott Stein
Tradução e Adaptação por João Leite

Compartilhe:

Comentários