Gravar com mais de uma câmera pode ser uma grande vantagem por muitos motivos. Você não só consegue ampliar sua cobertura em uma gravação, mas você consegue também ser bem mais eficiente dentro do set.

Resultado de imagem para multiple camera set

Mas, usar múltiplas câmeras — especialmente quando você fala de diferentes modelos — normalmente cria uma imagem que varia muito em cor, contraste e qualidade, e por mais que não exista uma fórmula mágica para a questão da qualidade, existem várias técnicas de pós-produção que você pode usar para fazer com que as suas imagens pareçam ter sido captadas com a mesma câmera.

Nesse tutorial da Shuttertstock, o filmmaker Todd Blankenship explica o que ele faz no tratamento de cor usando o Adobe Premiere Pro, mostrando como você pode ter uma boa linha de base pra o processo, configurar e combinar contrastes e aplicar os algoritmos dos LUTs para garantir que toda sua gravação fique dinâmica e seja capaz de reter a atenção do seu público. Confere o vídeo aqui (o vídeo está em inglês mas dá pra ativar legendas):

Pra esse tutorial, Todd Blankenship usou duas câmeras: a Sony a7SII e Blackmagic URSA Mini 4.6K (a gente já falou dela aqui) — isso é muito bom, já que, para muitos profissionais do audiovisual, escolher não é lá muito uma opção que se tem. Talvez o cliente aponte os modelos de câmera que ele quer que sejam usados na gravação. Talvez elas já tenham sido alugadas e você vai ter que usar. Talvez você o que você tem mesmo e nem sempre é um par de câmeras iguais. No fim, esse tratamento vem bem a calhar se você não tem duas câmeras iguais.

 

Resultado de imagem

 

Mas por quê insistir nesse ponto de ter o mesmo modelo? Bem, diversas vezes, fazer com que as cores de diferentes câmeras combinem entre si é mais fácil quando os modelos são da mesma fabricante. Pra quem já trabalha na área sabe que “se você não consegue mais câmeras de um mesmo modelo, tenha certeza de que são, ao menos, do mesmo fabricante”; e não é incomum encontrar amigos do meio audiovisual que sofrem bastante pra editar seu conteúdo entre gravações feitas com câmeras de diferentes marcas, tentando juntar a cor da gravação da Nikon ficar tão boa quanto a da Canon, com a da Sony e assim por diante.

 

Resultado de imagem para color match premiere 2018

 

Claro, não é sempre que você vai ter uma diferença enorme com as cores das suas gravações, mas tem sempre alguma coisa a mais que pode, de alguma forma, afetar os resultados dessas gravações, como configurações específicas de uma determinada câmera e que não está em nenhuma outra, a luz do seu set e até o tamanho do sensor da câmera.

Mas ao assistir esse tutorial e entender como se pode “corrigir” alguns dos problemas que eventualmente ocorrem — no caso, entre uma gravação de uma Blackmagic e uma Sony, duas câmeras razoavelmente diferentes em seus aspectos técnicos (profundidade de cor, codecs de gravação, como ProRes/RAW, dynamic range, etc.) —, vai fazer com que você se familiarize com alguns pontos reais da produção de conteúdo audiovisual e do tratamento com múltiplas câmeras e que você pode aplicar no seu próprio trabalho.

 

Fonte: nofilmschool

 

 

Compartilhe:

Comentários