Se você já trabalha com gravação com drones, você literalmente vai elevar seu nível.

Não é incomum ouvir por aí aquele zumbido de pequenos drones fazendo imagens aéreas com câmeras imbutidas ou ainda carregando câmeras de porte um pouco maior. Mas desde o advento do drone, colocar câmeras neles pode ter sido uma das melhores ideias pra esse tipo de imagem. Muitos têm preço acessível para a maioria dos produtores de conteúdo — como o DJI Mavic 2 da foto abaixo.

Mavic 2

E claro que há sempre quem leve a coisa toda a um nível ainda mais profissional — principalmente quando se fala em grandes produções, como as de longas e outros tipos de produção que precisam de um drone mais robusto e de maiores capacidades. Se você acha que os drones que estão à venda hoje em grandes redes papelaria já fazem imagens incríveis, não imagina o que a galera da Freefly tem preparado pra você.

A nova família ALTA Pro

A linha Freefly ALTA Pro é uma linha de drones profissionais para filmmakers que precisam subir câmeras de um pouco mais peso. Maiores do que a maioria disponível hoje no mercado, o ALTA 8 Pro, por exemplo, carrega aproximadamente 9kg no momento da decolagem, o que amplia bastante o tipo de câmeras e lentes que podem subir para fazer as imagens. A versão menor, porém, o ALTA 6 Pro pode decolar com cargas de até 6kg. O vídeo a seguir é uma apresentação do modelo ALTA 8 Pro.

Os motores Direct Drive 3-Phase PMAC Outrunner de 350W contínuos e 950W de pico dão ao aparelho a agilidade para se mover em múltiplas direções sem complicações, o que torna a captação ainda mais dinâmica quando se precisa, sem comprometer a estabilidade necessária.

Autonomia

Uma das grandes questões nesse tipo de aparelho se refere a autonomia, principalmente com cargas pesadas. Com quase 5kg de carga o ALTA 8 Pro tem autonomia de aproximadamente 20 minutos usando duas baterias de 12Ah — cifra pequena, mas considerável por se tratar de um equipamento pesado.

Controles

Tudo isso pode ser controlado do chão com o controle que não só integra os melhores sensores para o posicionamento do aparelho, como também tem integrado um sistema de GPS que permite que, por mais longe que ele esteja, tudo ainda possa ser visto e controlado — isso sem falar no piloto automático baseado no sistema PX4. Além disso, é possível ter acesso ao app, o ALTA App, disponível para sistemas como iOS e Android, que permite também o monitoramento do aparelho.

Dobrável, o drone Alta 8 Pro, top da linha, reduz em até 50% do seu tamanho operacional: uma vantagem quando se tem que carregar seu equipamento e não há tanto espaço disponível. Seu peso é de 6kg, um número que assusta um pouco ao ser lido, mas que é proporcional àquilo que ele leva. Já o ALTA 6 Pro reduz em 33% seu tamanho.

Preço

Claro, como tudo nessa linha adquire proporções maiores de capacidade de produção de imagem e vídeo, seu preço acompanha seu ineditismo: o ALTA 8 Pro está à venda a partir de US$15.995 e o ALTA 6 Pro US$9.995 (R$59.486 e R$37.170, respectivamente). Principalmente por conta do câmbio, no caso brasileiro, esse é um produto que acaba sendo voltado a grandes produtoras ou a produtoras que tenham orçamento maior para adquirir esse tipo de tecnologia.

Ainda assim, a linha ALTA Pro não deixa a desejar: o custo de sua inovação é proporcional à sua capacidade de entrega.

Fonte: News Shooter

Compartilhe:

Comentários