Toca o despertador. Com sono, você ativa a soneca e pensa: hoje já é segunda-feira, o tradicional dia da preguiça. Normalmente a gente vem de um fim de semana que pode ser preguiçoso — e é um pouco mais difícil de voltar à rotina — bem como pode ter sido aquele fim de semana que você fez um job extra e seu descanso foi pobre. Mas o primeiro dia útil da semana está aí e seus trabalhos precisam ser feitos, não é? O que fazer, então para começar bem a semana que se inicia?
Antes de tudo, é importante entender que se sentir indisposto é algo até um pouco normal quando assumimos rotinas bastante agitadas: as ideias fogem, a vontade de fazer as coisas diminui um pouco e a gente se perde com facilidade. Isso é comum se ocorre de vez em quando.
Mas, por mais normais que sejam, esses dias vão vir e você vai precisar lidar com eles da melhor maneira e entregar seus trabalhos com precisão e qualidade.

Muita gente se entope de café quando se sente indisposta, o que não é muito aconselhável — dores de cabeça, insônia, ansiedade e alguns outros sintomas são bastante frequentes quando se consome muito café. Uma caneca ou outra é até bem-vinda e pode ajudar você a despertar para o trabalho, mas, em longo prazo pode te trazer prejuízos na saúde que atrapalhariam sua produção e, consequentemente, prejuízos financeiros.

A melhor dica ainda é o planejamento. Claro que, quando se trata de indisposição, a gente não sabe muito bem quando ela vem, mas o planejamento quando você já está se sentindo indisposto é bem útil: se trabalha numa produtora ou por conta, faça uma pequena lista de tudo o que precisa fazer no dia, dos processos necessários, checando o que deve ser feito naquele dia.
É interessante que essa lista seja realmente pequena e que tenha processos relativamente simples para que, ao ver os seus itens, você não fique ainda mais indisposto com tudo o que está ali. Coisas como “Fazer os crops nos takes 1,5,7”, “Checar feedback com cliente”, “Avaliar budget da proposta” são bons tópicos para sua lista.

Outra coisa que pode te ajudar muito é a sua ambientação. Crie um ambiente que tenha bons estímulos: deixe sua mesa organizada e as suas ferramentas de trabalho fácil à mão. Se onde trabalha você pode escutar uma música e ela não atrapalha sua produção naquele momento, coloque ela de fundo e se deixe inspirar por ela — tem ótimas listas para esse fim no Spotfy disponíveis para ouvir. Por mais que essa pareça uma dica que tira o seu foco, a agência de marketing digital WebpageFx produziu uma pesquisa sobre a influencia positiva da música nos processos produtivos do trabalho e quais delas são interessantes para cada um deles (A revista Época Negócios também produziu uma reportagem que você pode conferir aqui).
Por fim, uma caminhada, uma pausa e respirar um pouco podem ser ferramentas muito úteis para quando as anteriores não funcionarem muito bem. O que acontece com frequência é que a indisposição vem mais do excesso de coisas que a gente tem em mente do que a falta delas. Uma pequena parada pode te ajudar a esvaziar a mente e colocar ela ordem pra voltar com tudo para o trabalho.

E você, como faz pra trabalhar quando tá indisposto? Conta pra gente nos comentários.

Escrito por João Leite

Compartilhe:

Comentários