Acho que todo mundo concorda que gimballs, tripés e outros tipos de estabilizadores de câmera são ferramentas excelentes para manter a gravação sempre boa e estável. Mas, nem sempre a gente tem dinheiro, acesso ou mesmo o desejo de ter um, e é importante entender como manter sua câmera e sua captação mais suave quando você grava utilizando apenas a suas mãos. Nesse vídeo do filmmaker Peter McKinnon ele te dá uma série de dicas de como fazer isso. Dá uma olhada:

A gente conhece o mercado brasileiro e sabe como a variação do câmbio não ajuda o filmmaker que está começando — principalmente quando ainda não tem uma cartela de cliente ou quando ainda não conseguiu se consolidar.

Mas Se você já grava sem ter uma dessas ferramentas, as chances de você já ter um jeitinho só seu de fazer com que as imagens não fiquem tão tremidas são bem altas. Mas, McKinnon mostra algumas dicas que são realmente muito boas e aqui vão algumas que você possivelmente ainda não tentou:

  • Grave com a duas mãos na câmera — isso vai te ajudar a cansar menos e ter maior controle de pra onde ela vai.

  • Mantenha a câmera próxima do seu tórax quando estiver gravando — parece estranho, mas essa posição deixa seus braços numa posição “estratégica” para cansar um pouco menos e evitar que você se mexa tanto.

  • Maximize os pontos de contato — quanto mais pontos nos quais se apoiar a câmera tiver, melhor para a gravação. Usar a alça da câmera pra aumentar os pontos de contato também é uma boa.

camera-strap-3

  • Use lentes com estabilizadores de imagem—algumas lentes mais recentes usam alta tecnologia para compensar as trepidações da câmera e são uma ótima pedida pra quando você não puder ou não tiver como usar um gimball ou estabilizador de câmera.

Siglas das lentes Canon e Nikon

  • Use o Warp Stabilizer (ou Estabilizador de Distorção) do Premiere Pro — além de recursos físicos como lentes, ou de posição do seu próprio corpo, você pode a pós-produção para corrigir o que ficou ainda um pouco tremido na sua imagem.

Resultado de imagem para warp stabilizer premiere

 

  • Use a técnica do “PM Rock-n-Tilt” — você basicamente deixa você mesmo “cair” livremente para trás ou para frente por uns dois segundos e grava o objeto que quer antes de se apoiar para não cair de fato. O tempo que você leva entre cair e colocar o pé, geralmente, vai estar bastante estável e vai garantir takes realmente bonitos.

  • A movimentação de câmera (fazer panorâmicas, tils, ) pode esconder essa trepidação da câmera.

Resultado de imagem para camera movements

  • Gravar em wide pode ser mais fácil do que com uma teleobjetiva, e ajuda muito a maquiar também o movimento indesejado da câmera.
  • Evite mudar as configurações (apertar botões, mudar chaves ou ainda alterar foco) enquanto estiver gravando, isso porque normalmente isso vai quebrar sua posição, além de fazer com que a câmera se mexa, mesmo que um pouco—o que acaba ficando mais evidente quando você vai editar o material.

 

Mas e você, como faz para não deixar suas imagens tremidas? Conta pra gente nos comentários.

 

Por V Renée

Fonte: nofilmschool.com

Compartilhe:

Comentários