Está sem uma DSLR? Sem problema! A gente mostra como fazer imagens de cinema com o Smartphone.

Então você está em um evento de tecnologia audiovisual. Drones, câmeras profissionais e todos aqueles apetrechos caros e chiques fazem parte do novo equipamento do filmmaker moderno. Entretanto, fazer filmes e vídeos que sejam bonitos, com cara de cinema e profissionais não precisa necessariamente desse tipo de equipamento se você não pode compra-lo agora — na verdade, você pode conseguir isso com seu smartphone.

Muitos dos smartphones, acessórios e apps disponíveis no mercado hoje tem qualidades excepcionais que permitam que você faça sem problemas coisas que só DSLRs ou cinema câmeras costumam permitir que você faça, como gravar com fps diferentes, trocar de lentes, gravar em 4K, monitorar o áudio, ajudar as configurações de câmera e muito mais.

Nesse vídeo, o filmmaker Teppo Haapoja fala sobre algumas maneiras que você pode fazer com que seu trabalho pareça ainda mais profissional e com aparência de cinema utilizando não só seu smartphone, mas também apps e gears especiais pra isso.

Vamos dar uma conferida no que o Haapoja fala no vídeo:

Configure seu smartphone para gravar em 24 fps

Muitos filmmakers gravam seus projetos em 30 fps, ainda que não saibam que o padrão para cinema é de 24 fps. “FPS” significa “frames per second” ou “frames por segundo” e indica para a frame rate — “razão ou taxa de frames”— a qual os frames aparecem, e de volta aos velhos tempos de cinema mudo, as taxas de frames por segundo variavam muito uma vez que as câmeras eram movidas por alavancas. Com a introdução do som, a indústria adotou o padrão de 24 fps de frame rate e desde então os públicos se acostumaram a ver filmes dessa forma.

Você TEM que gravar à 24 fps? Não. Muitos filmes de ação gravam em frame rates maiores pra reduzir o problema do motion blur — aquele famoso borrado quando alguém se mexe, pra quem não é do tempo de gravar com filmes em película — quando estão numa cena de maior ação. Mas, se seu objetivo é fazer com que a sua gravação tenha a “aparência de filme”, gravar em 24 fps vai realmente ajudar.

Use estabilizadores de câmera com o seu smartphone

Movimentos (não intencionais) de câmera caminham lado a lado com vídeos mais amadores. Pra ter uma gravação mais suave, você vai querer usar um estabilizador de câmera, seja um slider, um tripé ou um gimball. E muitos desses estão disponíveis por um preço que não é lá um dos mais caros. Você tem desde gimballs do tipo o DJI Osmo Mobile 2 (US$140, aproximadamente R$520) e o Zhiyun Smooth Q (US$100, aproximadamente R$370) que permitem que você corra, pule ou saia rolando por aí enquanto seu smartphone continua estável e bem, até apoios de ombro como o Shoulderpod X1 (US$120, mais ou menos R$450) ou mini-tripés, como o Joby GripTight GorillaPod (US$53, ou R$ 200), que permitem mais estabilidade à sua gravação.

 

DJI Osmo Mobile 2: Picture 1

Use diferentes lentes no seu smartphone

As lentes fazem uma diferença enorme quando você está gravando e podem mudar a aparência do que está sendo gravado, bem como pode mudar a forma como as suas imagens se comunicam com o seu público. Há um monte de lentes diferentes para smartphone no mercado e pode acreditar, elas não são todas iguais. Claro, você tem aquilo que você paga: lentes de plástico baratas não serão tão legais, enquanto lentes de metal mais caras, que tenham um preparo ótico de verdade, vão te oferecer melhor durabilidade do seu equipamento, imagens mais claras e nítidas. Haapoja sugere as lentes Black Eye clip-on, que tem uma faixa de preço de US$40 a US$90 cada (algo entre R$150 e R$335), mas há uma boa opção com as lentes da Moment, que tem lentes anamórficas, wide, teleobjetivas, superfish e macro que estão mais ou menos na mesma faixa de preço.

slider

Sem desculpas! Comece a fazer filmes com seu smartphone agora!

Mas tem uma coisa: o gear que você vai usar pouco tem a ver com a aparência final da sua gravação do que as técnicas que você usa para gravar suas imagens e as histórias que quer contar com elas. Em outras palavras, boas técnicas e boas histórias são o seu melhor trunfo sempre. Boa luz, figurino, escolha de lugar, design do set de filmagem, edição, som e, claro, storytelling — esses são os elementos que vão fazer valer a pena assistir os seus filmes.

Então, se você está sentando lendo esse artigo e ainda não fez seu filme porque “você não tem o equipamento certo”, levante-se agora, pegue o seu smartphone e comece a gravar. Sério. Os smartphones são os melhores pra gravar filmes? Não. Mas se é tudo o que você tem, então faça com que trabalhe pra você. Agora você não tem mais desculpas.

 

 

Compartilhe:

Comentários